O que é CAC e como ele pode ajudar sua empresa

O que é CAC e como ele pode ajudar sua empresa

Entenda como essa métrica pode ajudar sua empresa a diminuir o custo por cada cliente que conquistar

Você já está investindo em Marketing para alavancar suas vendas, mas não está vendo resultados concretos?
Sua carteira de clientes não está aumentando o tanto que você gostaria?

 

A saúde financeira da sua empresa é muito importante para que você consiga lucrar!
Acredite, não é fácil (para mim também não foi), mas quando damos a devida importância a algumas métricas do nosso negócio, começamos a encontrar as pontas soltas e corrigir os erros.

 

Além de indicar se o seu negócio está saudável, as métricas podem te ajudar a tomar decisões estratégicas e otimizar os investimentos em estratégias que não dão certo. E por isso hoje quero falar sobre a importância do CAC.

 

Mas antes deixa eu te fazer uma pergunta: você sabe quanto a sua empresa investe para conquistar novos clientes? Muito, pouco ou nada?

 

Te deixei com uma pulga atrás da orelha?
Já vou te adiantar que esse investimento não deve ser muito alto!
Vem comigo que hoje você vai aprender a otimizar seus custos na aquisição de novos clientes e saber como pode faturar mais, com menos. Vamos lá!

 

O que é CAC e qual a importância dessa métrica?

 

 

O CAC, Custo de Aquisição de Clientes é o quanto sua empresa investe para conquistar novos clientes. Basicamente ele é o resultado da soma dos investimentos que você realiza divididos pelo número de clientes conquistados no mesmo período. 

 

Esse dado é bastante relevante e te ajuda a ter clareza sobre os gastos da sua empresa.
Mas sozinho ele não faz milagres.
Para ter um bom parâmetro, aposte na métrica Lifetime Value. Para saber mais sobre ela, clique aqui.

 

Com o cálculo do CAC você vai poder extrair mais resultados no seu dia a dia e otimizar seus investimentos, afinal, como uma velha frase que eu gosto muito diz: “Mais importante do QUANTO sua empresa vende, é qual o LUCRO que sobra”.

 

Então não adianta você gastar um valor alto ou considerável para atrair mais clientes, mas não obter resultados com isso.

 

Como calcular o CAC

 

Na internet, tudo pode ser mensurado (ainda bem!). Conseguimos medir desde o número de pessoas que acessaram um site até o segundo exato em que uma pessoa parou de assistir a um vídeo no YouTube.

 

Se você já está investindo em campanhas, novamente te pergunto: suas campanhas estão dando retorno financeiro?
Por que só números de seguidores no YouTube, Instagram, entre outros canais não adianta.
Afinal, vamos ser sinceros: você quer e precisa vender e por isso está aqui!

 

O custo de aquisição de clientes vai te ajudar a entender se seus gastos para conquistar novos clientes estão sendo muito altos.
Ele deve ser calculado mensalmente. Mas os imprevistos ou mudanças também devem ser levados em conta.
É importante lembrar também que o cálculo é feito sempre considerando os investimentos e novos clientes adquiridos no mesmo período.

 

O primeiro passo é considerar os cálculos das pessoas que lidam diretamente na aquisição de clientes, como os vendedores, suporte, administrativo, entre outros.

 

Entenda o cenário da sua empresa

 

Vamos supor que o cenário abaixo seja o da sua empresa durante um semestre. Você deve pensar nas seguintes variáveis:

 

  • Investimentos que você deve considerar nas suas vendas: salários, comissões, ferramentas, telefonia, viagens e a infraestrutura usada pelos vendedores para realizar a conversão dos clientes;
  • Novos clientes: é preciso levantar o número de novos clientes no mesmo período. Qualquer cliente conquistado em outros canais não considerados no investimento, não devem ser considerados na sua conta de novos clientes.

 

Tendo isso em mãos, basta aplicar uma simples fórmula:
CAC = (investimento em Marketing + investimento em Vendas) / número de novos clientes

 

Digamos que, em um trimestre, sua empresa investiu R$ 4.000 nas áreas de Marketing e Vendas e conquistou 10 clientes novos. Seu CAC é de R$ 400.

 

Seguindo esses passos, não tem erro:

  1. Defina o período que você quer calcular
  2. Identifique todas as despesas variáveis (vendas, marketing) no período em que quer calcular
  3. Levante o número total de clientes conquistados no período
  4. Some as todas as despesas e divida o total pelo número de clientes conquistados no período e pronto!

Como saber se esse número está bom para o meu negócio?

 

 

Geralmente o custo de aquisição de clientes precisa ser menor que o valor médio do seu produto/serviço para o seu negócio ser saudável e te trazer lucro.

 

Por exemplo:

 

Se suas vendas são pontuais e você gasta em média R$ 400 para conquistar um novo cliente e o seu produto custa apenas R$ 200, você está tendo prejuízo de R$ 200 para cada cliente que você conquistar.

 

Agora, se sua empresa trabalha com formas de pagamento recorrente (serviço/produto por assinatura) isso muda um pouco. Para que seu negócio esteja sendo saudável e lucrativo, o CAC precisa ser menor que o LVT (Lifetime Value), que a grosso modo é a média de quanto cada cliente vai gastar com você durante toda a vida dele. Saiba mais sobre ele clicando aqui.

 

E se meu CAC não estiver bom?

 

 

Se você não estiver obtendo bons resultados, separei algumas dicas que possam te ajudar. Portanto, anote e não se esqueça!

  • Invista em estratégias de aquisição que permitam a escalabilidade. Algumas estratégias de Marketing podem ajudar e muito com isso! E eu posso te orientar nesse processo!
  • Aposte nos clientes que você já tem e pense em outras estratégias para mantê-lo por mais tempo. Para saber mais como fazer isso, clique aqui.

 

Resumindo: não deixe seu dinheiro na mesa.
O custo de aquisição de clientes pode (e deve!) ser usado como análise de marketing.

 

Precisa de ajuda?
Estou aqui para isso! Vamos marcar um café?

Fale conosco pelo WhatsApp!